Desigualdade de renda atinge maior patamar desde 2012

Desigualdade de renda atinge maior patamar desde 2012

[ad_1]

A concentração de renda no Brasil aumentou, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra Domicílios Contínua (Pnadc), que trata de todas as fontes de rendimento, divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE.

Enquanto os mais ricos no país concentraram renda,o os mais pobres sofreram com queda na renda e nas condições de vida.

Segundo a pesquisa, a renda média do 1% dos trabalhadores mais ricos subiu de R$ 25.593 para R$ 27.744, alta de 8,4%. Já entre os 5% mais pobres, o rendimento do trabalho caiu 3,2%. Nesse grupo, o ganho mensal baixou de R$ 158 para R$ 153.

O Índice de Gini, que mede a concentração de renda  subiu de 0,538 para 0,545, considerando todas as rendas das famílias – trabalho, aposentadorias, pensões, aluguéis, Bolsa Família e outros benefícios sociais. Quando mais próximo de 1 for o índice, pior são os resultados. Esse é maior Gini desde 2012.

O post Desigualdade de renda atinge maior patamar desde 2012 apareceu primeiro em Toda Bahia.

[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta