Joice Hasselmann aponta Eduardo Bolsonaro como um dos líderes de “milícia virtual”

Joice Hasselmann aponta Eduardo Bolsonaro como um dos líderes de “milícia virtual”


A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) acusou nesta quarta-feira (4), em depoimento na CPMI das Fake News, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o chamado “gabinete do ódio” de liderar os ataques virtuais nas redes sociais feitos contra pessoas consideradas inimigas da família.

De acordo com a parlamentar, “Eduardo está amplamente envolvido e é um dos líderes desse grupo que chamamos de milícia virtual”.

A deputada detalhou o que disse ser o método utilizado nesse tipo de ataque. Segundo ela, escolhe-se o alvo, combina-se o ataque, entram pessoas de verdade e, depois os robôs, para disparar as mensagens. “Em questão de minutos, temos uma informação espalhada para o mundo inteiro. A sensação que é passada é para que muitos fiquem aterrorizados com o levante da internet”, disse.

Ela afirmou que a rede social de Eduardo é uma das que mais influenciam os ataques, com a colaboração de assessores. Ela citou, por exemplo, o perfil “Bolsofeios”, que seria do assessor de Eduardo, Carlos Eduardo Guimarães.

Disse também que, segundo peritos acionados por ela, há 1,4 milhão de seguidores robôs no perfil do twitter do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e 468.775 no do filho Eduardo. “São quase 2 milhões de robôs seguidores. Quero crer que o presidente não sabe disso”, disse.

Dinheiro público

Joice também afirmou haver uso de R$ 500 mil de dinheiro público para os ataques de “perseguições de desafetos” da família, incluindo a utilização do “gabinete do ódio”. Segundo ela, para fazer cada disparo por robôs, uma hashtag, gasta-se R$ 20 mil.

O deputado Eduardo Bolsonaro, que costuma participar das sessões da CPMI das Fake News, está fora do país, em uma viagem à Cisjordânia pela Comissão de Relações Exteriores da Câmara.

 

O post Joice Hasselmann aponta Eduardo Bolsonaro como um dos líderes de “milícia virtual” apareceu primeiro em Toda Bahia.



Source link

Deixe uma resposta